Curso: "Captação de Recursos e Incentivos Fiscais" contou com grande participação das entidades associadas

Entidades Associadas:

 

 

Em 2018, compõem o quadro de associadas da FEAVIN, as seguintes entidades:

 

  • ACOVEC - Associação Comunitária Vinhedense  de Educação e Cultura
  • AFETO - Associação Filantópica Esperança para Todos
  • ARCA - Associação de Responsabilidade Cristã e Assistencial
  • APABEX - Associação de Pais Banespasianos  de Excepcionais
  • CEIVI - Centro de Especialidades Integradas de Vinhedo
  • ITACOLOMI - Instituto de Apoio Social de Vinhedo
  • LARCAB - Lar Carlos Augusto Braga
  • REENCONTRO
  • SOS - Esperança e Vida

 

A FEAVIN foi constituída em maio de 2014 na forma de uma associação sem fins econômicos, com o objetivo de organizar, fortalecer e articular as instituições de caráter assistencial do município de Vinhedo.

Suas ações deverão ser fundamentadas no respeito à dignidade da pessoa humana e no reconhecimento dos direitos assegurados pela Constituição Federal do Brasil.

Conheça a FEAVIN

São suas principais finalidade e execução:

  • Manter e apoiar programas nas diversas áreas da Assistência Social, Saúde, Educação, Meio Ambiente e Esporte;
  • Realizar Estudos, Pesquisas, Projetos e Publicações visando colaborar com os Diagnósticos Sociais e ainda atender às demandas de maior vulnerabilidade;
  • Congregar às Entidades Assistenciais nos mais diversos eventos e atividades do município;
  • Proporcionar às Entidades Associadas orientações nas mais diversas áreas com o objetivo de colaborar na qualificação profissional das mesmas;
  • Promover a utilização dos recursos comunitários e a integração das instituições, órgãos públicos e particulares;
  • Incentivar a participação da Comunidade por meio de Campanhas, Palestras, Cursos, para o trabalho voluntário no campo social.

 

 

 

gallery/foto_eleicao_feavin
gallery/whatsapp image 2018-11-27 at 22.52.20 - copia

A FEAVIN realizou nesta última segunda-feira, dia 26/11/2018, o curso: “Captação de Recursos e Incentivos Fiscais”, tendo como objetivo orientar os participantes sobre as fontes e estratégias para a mobilização de recursos para organizações privadas sem fins lucrativos, além das leis de incentivo federais.

O curso foi ministrado por um dos maiores especialistas no setor, o Prof. Michel Freller, formado pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo e que participa ativamente de organizações sem fins lucrativos há mais de 20 anos e atualmente está como Vice-presidente do conselho da ABCR (Associação Brasileira de Captadores de Recursos) e realiza palestras e cursos pelo Criando Consultoria.

Segundo Cristina Mazon, presidente da FEAVIN, esta ação de formação coletiva vem de encontro com o plano de ação da entidade para o ano 2018. “Um dos objetivos da FEAVIN é justamente a formação e qualificação das entidades associadas, sendo esta uma ótima oportunidade para troca de informações e experiências, num tema tão estratégico como a captação de recursos é para as nossas associadas”, destacou a presidente da FEAVIN.

A formação contou com a participação de representantes de todas as entidades associadas e alguns convidados externos, sendo realizada das 8:00h às 17:30h, no CEPROVI, onde o facilitador Michel Freller, detalhou várias fontes de captação de recursos, garantindo um destaque aos incentivos fiscais federais e estaduais.

O curso foi desenvolvido num formato muito dinâmico, onde o facilitador através da apresentação de inúmeros casos reais de campanhas, ações de captação realizadas em outras entidades e cidades, mesclando isso à sua grande bagagem teórica, envolveu os profissionais presentes em um ambiente muito favorável à troca de experiências, permitindo assim trazer informações e vivências ligadas ao cotidiano das entidades e ao cenário atual a qual as instituições estão inseridas.

Os participantes puderam vislumbrar uma ampla gama de opções para futuras ações de captação de recursos a curto e médio prazo, visando o aumento de receita por parte das entidades, sendo isso uma ação de suma importância para o equilíbrio financeiro das instituições, e principalmente para a ampliação da oferta de vagas de atendimento, bem como para a melhoria dos serviços ofertados pelas associadas à comunidade local.

 

 

 

Cristina Mazon, presidente da FEAVIN na abertura do curso